• Baja TT do Pinhal


    16 e 17 de Março de 2018

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Francisco Barreto volta a pontuar

• Rui Sousa abandona após nove corridas no pódio

A Baja TT Gondomar levou a caravana do Todo-o-Terreno nacional até ao norte do País, regressando assim aos trilhos serranos da região de Amarante. Com um traçado muito interessante a prova organizada pelo Gondomar Automóvel Sport apresentou um bom nível e dá mostras de querer sedimentar no panorama nacional. Com dois carros à partida a Prolama competição partiu para esta prova com a ISUZU D-Max do Isuzu Pro Racing para Rui Sousa e com o T8 de Francisco Barreto.

Com objectivos bem delineados as duas formações tiveram muito bem durante o prológo e durante os sectores selectivos rodaram sempre no grupo da frente. Contudo uma avaria na caixa de transferência veio a condicionar o desempenho de Rui Sousa / Carlos Silva que acabaram por ter de abandonar esta prova, após 7 vitórias e 9 pódios na categoria T2, o que não deixa de ser assinalável: “…fomos surpreendidos com um ruido estranho e rapidamente percebemos que algo não estava bem. Tentamos terminar mas foi impossível; mas quero no entanto ressalvar que esta é a primeira desistência deste carro em 9 provas. Isto quer dizer que os técnicos da Prolama têm desenvolvido um bom trabalho em torno da nova ISUZU D-Max. Continuamos na liderança do campeonato T2, e vamos voltar em Idanha a Nova para somar os pontos que agora não conquistamos…” referiu Rui Sousa na zona de assistência.

Em grande esteve a dupla Francisco Barreto / Sérgio Cerveira, que com o carro do Team Barata Hotels com que conquistaram o 5º posto da categoria T8, somando pontos preciosos para as contas do campeonato T8, ao que juntaram ainda o 11º posto da geral numa prova sem percalços e onde o calor foi o principal obstáculo, conforme o próprio comentário de Francisco Barreto; “…foi bom. Gostei bastante da prova e do traçado. Sei que parte desta Baja percorre troços do Rali de Portugal e é uma emoção enorme pilotar nestes pisos. O carro esteve sempre bem e o único factor que nos criou alguns problemas foi o próprio calor. Mas esta modalidade é assim mesmo e vamos ter de nos adaptar à dureza destas provas. Voltamos a pontuar e isso é muito importante para a classificação final do campeonato. Obrigado ao Sérgio e a toda a “mancha azul” que nos apoia na estrada, sem eles tudo era mais difícil…” concluiu.

O campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno entra agora num interregno, para voltar em setembro na Baja de Idanha a Nova, uma organização da Escuderia de Castelo Branco.

terça-feira, 19 de junho de 2018

Guiga Spinelli e Youssef Haddad disputam Mundial de Rally a partir desta 5a feira

Petrobras Rally Team enfrenta Baja Italia, 6a etapa do Mundial, de 21 a 24 de junho 

A dupla Petrobras Rally Team já está preparada e ansiosa para a disputa do Baja Italia, que acontece nesta semana (21 a 24 de junho), na região de Pordenone (Itália). Guiga e Youssef desembarcam em Milão (ITA) na tarde desta 4a feira (20/06) e seguem em uma viagem, de cerca de 4 horas de carro, para o norte do país. Antes ainda do início do Baja Italia, os brasileiros realizam um Shakedown (teste experimental) no veículo protótipo T1 FIA da equipe South Racing, em busca dos últimos acertos para a disputa. A lista de inscritos foi divulgada no sábado (16/06) e revelou os principais rivais de Guiga e Youssef na prova.

  A dupla formada pelo polônes Jakub Przygonski e o belga Tom Colsoul é a nossa principal concorrente. Eles fizeram um excelente Dakar (5º lugar geral), são os atuais vencedores do Baja Italia (2017), já venceram duas etapas do Mundial (Dubai e Catar) e lideram o Campeonato até o momento. Os russos Vladimir Vasilyev e Konstantin Zhiltsov também são fortes na disputa, estão logo atrás de Jakub e Colsoul no Mundial (186 pontos x 143 pontos), e com certeza farão todo o possível para obter a vitória. Boris Gadasin e Dan Shchemel é outra dupla russa a ser batida - eles são muito rápidos, disputaram o Baja Portalegre (Portugal/2017) contra nós e andaram no mesmo ritmo. Mais uma dupla russa, Andrey Novikov e Vladimir Novikov também não pode ser esquecida. Enfim, são cerca de 8 duplas muito competitivas, que disputam o Mundial inteiro, e outros tantos competidores com muita experiência, que podem surpreender. Quanto a nós, estamos sem competir há algum tempo, desde o Baja Portalegre, e por isso, a importância do Shakedown é muito grande. Vamos utilizar este treino para andar o máximo possível, retomar o ritmo e nos adaptar ao novo carro para partir em busca da vitória na Itália", disse Guiga Spinelli.

  "Obter o máximo de informações sobre o roteiro é muito importante para um bom resultado em uma prova rápida, como o Baja Italia. Nesta reta final de preparação, estudamos imagens de Bajas anteriores, câmeras onboard dos competidores e o terreno da região. O piso predominante é o cascalho, com trechos rápidos, mas há também outros sinuosos. Existem muitas travessias de rio, com bastante água no caminho. As anotações nas voltas iniciais das Especiais serão muito importantes para andarmos mais rápido nas voltas seguintes. Vamos nos concentrar para conquistar uma boa posição de largada e andar forte desde o primeiro quilômetro", completa Youssef Haddad.

 O Baja Italia, a 6ª etapa do Mundial de Rally Cross Country FIA, começa nesta 5ª feira (21/06) e segue até o domingo (24/06).

Sebastian Bühler soma 3ª vitória consecutiva no Nacional de Enduro

Sebastian Bühler venceu a penúltima ronda do Campeonato Nacional de Enduro que se disputou em Souselas. Depois das vitórias conquistadas na categoria Open na prova inaugural e na segunda jornada do respetivo Campeonato, o piloto da Bühler Racing Team, apoiada pela Yamaha, que esteve arredado das corridas durante dois meses devido a uma queda, regressa ao Nacional, para disputar a sexta prova, e volta a ser o mais rápido da classe, conquistando assim o terceiro triunfo nas três provas que disputou.

 A prova arrancou de forma muito positiva para o vice-campeão nacional de TT que teve de cumprir três voltas e meia ao percurso de 46 quilómetros e as suas três especiais. A Extreme Test (1,200 metros), foi a primeira, a que se seguiu a Enduro Test (quatro quilómetros). A Cross Test (cinco quilómetros) foi a terceira e derradeira especial, e apesar de ser aquela com que o jovem piloto da Yamaha mais se identifica, desta vez, por ter características diferentes das habituais, foi também mais exigente para o piloto da Bühler Racing Team que gastou 1h04m46s a cumprir a totalidade das especiais em Souselas.

 Sebastian Bühler considera que foi uma prova supercompetitiva, mas que conseguiu cumprir com o objetivo a que se propôs: ganhar mais ritmo e aumentar a performance depois do tempo de pausa nas competições. “Foi uma ótima prova, muito disputada. Estava um dia muito quente, mas correu tudo bem. Foram sete horas em cima da mota, o que me permitiu treinar bastante. Era esse o meu principal objetivo. Sinto-me já bastante bem em cima da mota e estou a trabalhar para me tornar ainda mais competitivo”, revela o jovem piloto que depois de ter regressado às competições já venceu a temporada 2017/2018 do Troféu X-Trophy de Resistência, ao triunfar na derradeira jornada que se disputou em Cabeceiras de Basto; venceu as 2h de Resistência TT e foi 2º classificado na jornada do 15º Troféu Yamaha Évora.

 A sétima e derradeira prova do Campeonato Nacional de Enduro 2018 realiza-se nos dia 14 e 15 de Julho, em Valpaços.

Kuba returns at Pordenone as World Cup leader

If we have a look at the standings of the FIA World Cup for Cross-Country Rallies, we can see that last year’s winner of Italian Baja, Jakub Przygonski arrives in Pordenone as leader after the first five rounds, while legendary Nasser Al-Attiyah is not even close to the virtual podium after two missed rounds and two withdrawals.

The World Cup season started in Russia in February, where Al-Attiyah started in his usual manner: scoring a dominant victory in front of Martin Prokop and Vladimir Vasilyev. In March, Dubai Baja saw the victory of Przygonski, catapulting him to the lead of the World Cup standings. Some weeks later, in Abu Dhabi Desert Challenge, the Polish ex-biker was in big fight for the victory with Czech Republic’s Martin Prokop who put on a great performance and grabbed his first victory in cross-country rallies in front of Przygonski and Vasilyev.

In April, the caravan moved to Qatar where Al-Attiyah re-joined the series after missing two rounds but forced to withdraw from his home event after experiencing technical problems on his Toyota. The winner of the race was Przygonski in front of Vasilyev and Saudi Arabia’s Yasir Seaidan, for whom it was the first podium finish in the overall classification after multiple World Cup victories in T2 class. In Rally Kazakhstan, at the end of May, another Saudi was shining: Yazeed Al-Rajhi scored the victory followed by Przygonski and Vasilyev. Al-Attiyah was left without points due to technical problems again, thus occupying only the 9th place in the standings.

After the first five rounds, Przygonski seems to be in top form, giving a constant great performance and missing out on the podium only in the opening race in Russia. His advantage is more than 40 points already over his closest rivals, Vasilyev and Prokop. Przygonski will obviously have a good chance to repeat last year’s victory in the Italian tracks but has to keep an eye on former winner Vasilyev, trying to close on the Pole in the World Cup. For Prokop, currently in third place behind Przygonski and Vasilyev, Italian Baja will be a new experience but the Czech is usually quick to adapt to new challenges. Long story short: we can expect an interesting and fierce fight in Pordenone!

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Juventude estraga estreia da VW Amarok de Pedro Ferreira

Piloto PMF Racing ocupava o 2º lugar a 30 km do fim quando triangulo cedeu 

Problemas de juventude estragaram o que poderia ter sido uma excelente estreia de Pedro Ferreira com a nova VW Amarok construída na África do Sul e disponibilizada pela equipa South Racing ao piloto da PMF Racing. Depois de ter sido 4º classificado na etapa inaugural da Baja TT Gondomar – Rota da Filigrana, Pedro Ferreira cedo assumiu a segunda posição na corrida onde, a espaços, chegou a ser o mais rápido.

 Fazendo dupla com Pedro Ré nesta que foi a quarta etapa do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno 2018, o piloto da PMF Racing terminou o primeiro setor seletivo em segundo lugar a 2m14s de João Ramos, o futuro vencedor, depois de entre os dois controles intermédios de passagem ter sido registado como o mais rápido.

  “Foi a primeira corrida que fiz com esta novíssima Amarok que chegou à pouco mais de um mês a Portugal e foram muito poucos os quilómetros de testes que efetuei antes desta prova. Infelizmente deu para verificar que há um problema ao nível dos triângulos que tem de ser revisto. Já me tinha acontecido na primeira passagem do setor seletivo disputado hoje, mas como foi muito próximo da chegada deu para completar o troço a fazer-se a reparação na assistência. Agora aconteceu a 30 quilómetros do final e já não deu para continuar. Tínhamos o 2º lugar controlado. Estávamos a gerir, mas infelizmente as corridas são assim. Sabia que hoje podia ser bem mais rápido que ontem no prólogo e isso confirmou-se. A Amarok é excelente e conto na próxima corrida tirar ainda mais partido das suas potencialidades”, referiu o piloto da PMF Racing.

 Com o piloto a estudar uma eventual participação na Baja España Aragon, da Taça do Mundo de 19 a 22 de julho, o regresso ao Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno 2018 terá lugar em setembro quando, nos dias 7 e 8, se disputar mais uma edição da Baja TT Idanha-a-Nova.

PEDRO DIAS DA SILVA/JOSÉ JANELA GARANTEM PÓDIO EM GONDOMAR

Pilotos do Desafio Total Mazda em evidência na quarta prova da temporada 

Disputou-se este fim-de-semana a quarta prova da temporada de Todo-o-Terreno, jornada que registou uma performance histórica dos pilotos do Desafio Total Mazda, nomeadamente da dupla Pedro Dias da Silva/José Janela que garantiram não só a vitória na competição promovida pela Mazda Motor de Portugal, mas também um espectacular terceiro lugar à geral.

 Num fim-de-semana com temperaturas de Verão, a Baja TT Gondomar/Rota da Filigrana revelou uma dureza adicional, mas, ainda assim, pilotos e máquinas estiveram à altura das exigências. Com cerca de 260 quilómetros ao cronómetro, divididos pelas duas passagens pelo sector selectivo de Marão, Pedro Dias da Silva desde cedo assumiu a posição de líder do Desafio e nem a quebra da alavanca da caixa de velocidades, que resultou numa penalização à saída do parque de assistência a meio do dia, impediu a dupla liderada pelo piloto de Tomar de perseguir os seus intentos e assegurar nova vitória, que lhe permite dilatar o avanço para o segundo classificado no Desafio Total Mazda. 

Visivelmente satisfeito e com a sensação do dever cumprido, Pedro Dias da Silva esclarecia no final que “este foi, sem dúvida alguma, um resultado fantástico e muito importante para toda a equipa. Andámos onde podíamos atacar e poupámos sempre que tal nos foi exigido. Foi uma prova excelente e além da vitória no Desafio, este terceiro lugar à geral enche-nos de orgulho.”

Tendo cumprido toda a prova apenas com tracção traseira, Jorge Cardoso/Joaquim Norte conseguiram chegar ao final. A equipa que mantém a segunda posição no Desafio Total Mazda sentiu na pela a exigência do percurso onde aproveitaram cada centímetro de estrada para levar o Mazda Proto “são e salvo” até Gondomar, onde celebraram a conquista de mais um pódio no Desafio, desta feita o segundo lugar, que lhes garante igual posição no Desafio Total Mazda após quatro provas. 

Visivelmente afectado fisicamente pelo muito calor que se fez sentir durante toda a etapa, Bruno Rodrigues, acompanhado por Ricardo Claro, assegurou o terceiro posto em termos de Desafio. Conseguindo, ainda assim, gerir o andamento, nomeadamente depois de um atraso considerável sofrido no dia de ontem, o piloto alentejano realizou mais uma exibição positiva e com mais de meia temporada cumprida mantém o terceiro lugar na competição.

 É agora chegado o período de pausa no Desafio Total Mazda 2018, competição que regressa a 7 e 8 de Setembro, com a disputa da Baja TT Idanha-a-Nova, prova levada a cabo pela Escuderia de Castelo Branco.

 Classificação Final:

1º Pedro Dias da Silva/José Janela, 4h24m18s
2º Jorge Cardoso/Joaquim Norte, 4h55m39s
3º Bruno Rodrigues/Ricardo Claro, 5h17m22s

 Desafio Total Mazda (após 4 provas)

1º Pedro Dias da Silva, 72 pontos
2º Jorge Cardoso, 55
3º Bruno Rodrigues, 48
4º Bruno Oliveira, 26
4º Francisco Gil, 26
 6º Filipe Videira, 15
7º Floriano Roxo, 10

Motor trai campeão ibérico em Gondomar

Piloto da AM 48 vai a Aragon disputar corrida da Taça do Mundo 

Depois de uma jornada memorável em Reguengos e uma fantástica vitória na Baja TT Dehesa Extremadura, que lhe permitiu conquistar o título de campeão ibérico, Alejandro Martins participava este fim-de-semana na Baja TT Gondomar – Rota da Filigrana, com fundadas expectativas de lutar pela vitória e dessa forma melhorar a sua posição no Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno 2018 com vista à luta pelo título.

 Infelizmente o motor da Toyota Hilux, que tantas alegrias tem dado recentemente, não se mostrou disponível para colaborar e Alejandro Martins e o seu navegador José Marques acabaram por ficar parados no decorrer da primeira passagem pelo prólogo.

  “Foi uma tristeza enorme. Estava tremendamente motivado depois de ter conquistado o Troféu Ibérico e da corrida que fizemos em Reguengos de Monsaraz, para além da vitória em Loulé. Fiquei convencido que os azares que nos perseguiram durante várias corridas nos tinham deixado em paz. Ainda não sabemos o que aconteceu ao motor, mas logo que arranquei para o prólogo percebi que havia algo que não estava bem. Foi preciso menos de um quilómetro para ele se calar pela primeira vez até se calar definitivamente um pouco mais à frente. Foi muito duro. Foi um enorme balde de água fria. A luta pelo título ficou muito mais complicada, mas vamos continuar a fazer o melhor que soubermos na próxima corrida. No imediato iremos à Baja de Aragon medir forças com alguns dos melhores pilotos do mundo e em setembro voltaremos ao campeonato nacional”, salienta Alejandro Martins.

 A Baja España Aragon disputa-se de 19 a 22 de julho.

domingo, 17 de junho de 2018

Helder Oliveira mantém liderança no Campeonato

Piloto de Barcelos consegue quarto pódio consecutivo 

Aos comandos do Mini Paceman preparado pela equipa Cattiva Sport, Helder Oliveira subiu hoje ao 2º lugar do pódio na Baja TT Gondomar – Rota da Filigrana, quarta etapa do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno 2018, onde mantém a liderança.

 O piloto de Barcelos que faz dupla com Pedro Pires de Lima, cumpriu em 4h16m57s os 278 quilómetros cronometrados respeitantes à dupla passagem pelo prólogo e à também dupla passagem pelo setor seletivo da derradeira etapa.

  “Subir ao pódio e manter a liderança no campeonato eram os meus objetivos para esta corrida por isso só posso estar satisfeito e saio de Gondomar com esta missão cumprida. Claro que gostava de ter ganho, mas hoje o João esteve muito forte. Travei ao longo da corrida uma luta intensa pelo segundo lugar. Quando percebi que o meu adversário direto tinha parado, baixei o ritmo e preocupei-me apenas em gerir e terminar a corrida em 2º lugar. No setor da manhã tive algumas dificuldades com a pilotagem do Mini, mas na paragem na assistência o problema foi corrigido e já me foi possível tirar o máximo partido do excelente Paceman da Cattiva Sport”, explicou no final da corrida o piloto de Barcelos.

 O Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno 2018 regressa em setembro quando, nos dias 7 e 8, se disputar mais uma edição da Baja TT Idanha-a-Nova.