• Baja TT do Pinhal


    16 e 17 de Março de 2018

terça-feira, 22 de maio de 2018

Mário Patrão focado nos bons resultados

Piloto da KTM quer manter liderança da classe TT3 

Mário Patrão, piloto apoiado pelo CRÉDITO AGRICOLA, vai estar à partida da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, a quarta jornada do Campeonato Nacional de todo-o-Terreno 2018, que se disputa entre os dias 25 e 27 de maio nas pistas alentejanas de Reguengos de Monsaraz.

 O piloto que é também apoiado pela BAHCO quer alcançar uma posição cimeira em mais uma prova do CNTT e manter a liderança da categoria TT3: “estou muito motivado para esta corrida. Tenho trabalhado para estar em boa forma e tenho treinado bastante para ganhar confiança na minha mota. Também temos trabalhado no desenvolvimento da mota para que ela esteja bem preparada e que me permita competir ao mais alto nível. Acredito que posso alcançar um bom resultado em Reguengos de Monsaraz e neste momento estou focado em pontuar porque é importante ganhar o maior número de pontos possível em todas as provas do Campeonato”, revela o piloto natural de Seia.

 A Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal arranca desportivamente no sábado com um prólogo de 8,28 km cronometrados. Ainda no sábado os concorrentes vão disputar um troço de 80,80 quilómetros. No dia seguinte a prova encerra com a realização de uma especial de 142 quilómetros.

Alejandro Martins quer repetir o triunfo

Dupla Alejandro Martins/José Marques vêm de vitória no Algarve 

Depois de um merecido triunfo conquistado em pistas das serras algarvias Alejandro Martins vai estar no próximo fim-de-semana na prova alentejana que se disputa a partir de Reguengos de Monsaraz focado no propósito de lutar pelas primeiras posições na Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal e de tentar conseguir repetir o triunfo, situação que o colocaria numa excelente posição no Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno.

 Tendo como habitualmente José Marques como navegador, Alejandro Martins apresenta-se na prova alentejana que este ano comemora a sua 30ª edição aos comandos da uma Toyota Hilux que se tem mostrado uma máquina extremamente competitiva tanto em Portugal como no panorama internacional.

  “Parto sempre motivado para lutar pela vitória e será seguramente esse o nosso estado de espírito para mais esta prova. Vai ser também necessário saber não cometer erros e ter a máquina a funcionar de forma impecável. Isso já aconteceu na Baja de Loulé onde fiquei muito satisfeito por termos conseguido fazer uma corrida sem problemas e de ver a mala pata desaparecer. Sei que temos adversários muito fortes e se não nos conseguirmos impor de início tudo iremos fazer por estar sempre o mais perto possível de quem estiver a liderar. As corridas são longas, exigentes, por vezes traiçoeiras e temos de ser muito consistentes. Um bom resultado em Reguengos coloca-nos numa boa posição no Campeonato. Excelente seria voltar a vencer”, salienta Alejandro Martins.

 A Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal arranca desportivamente no sábado com um prólogo de 8,28 km cronometrados. Ainda no sábado os concorrentes vão disputar um troço de 142 quilómetros. No dia seguinte, a prova encerra com nova passagem por este setor seletivo.

Sebastian Bühler de regresso ao CNTT

Piloto da Bühler Racing Team venceu Baja de Reguengos em 2017 

Depois de uma paragem forçado que o impediu de participar nas três primeiras jornadas do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, Sebastian Bühler, atual vice-campeão nacional, vai estar à partida da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal que se disputa de 25 a 27 de maio em Reguengos de Monsaraz, competição que este ano comemora a sua 30ª edição.

 O piloto do Bühler Racing Team que venceu a edição 2017 desta prova alentejana, regressa assim às competições do CNTT depois da queda que sofreu durante uma sessão de treinos de preparação para a prova inaugural do Campeonato e que o manteve arredado das corridas durante dois meses. De salientar que Sebastian Bühler soma já seis vitórias esta temporada entre provas de Enduro, Resistência e Troféu Yamaha a última das quais na corrida que marcou o seu regresso às competições.

 O piloto da Yamaha mostra-se motivado para o desafio que se avizinha, embora assuma que poderá denotar alguma falta de ritmo devido à longa fase de interregno. “O traçado da prova é trabalhoso, com buracos e valas e é precisamente essas características que aprecio na Baja de Reguengos. Estou a recuperar bem e sinto-me preparado para participar na prova alentejana. Depois do tempo de pausa o meu objetivo é ganhar ritmo e, se possível, repetir o triunfo”, releva Sebastian Bühler que conquistou o primeiro título nacional em todo-o-terreno, no ano de 2014, com apenas 20 anos, ao vencer a Classe TT1, título que renovou em 2016, antes de ascender à classe TT2.

 A Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal arranca desportivamente no sábado com um prólogo de 8,28 km cronometrados. Ainda no sábado os concorrentes vão disputar um troço de 80,80 quilómetros. No dia seguinte a prova encerra com a realização de uma especial de 142 quilómetros.

Pedro Ferreira quer repetir pódio


Piloto PMF Racing está a preparar projecto mais competitivo 

Pedro Ferreira, acompanhado Hugo Magalhães, está de regresso às competições desta feita para participar na Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, a qual celebra a sua 30ª edição, que se cumpre entre os dias 25 e 27 de maio em Reguengos de Monsaraz. As pistas alentejanas recebem a terceira jornada do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno onde o jovem piloto do Porto pretende manter os bons resultados conquistados nas duas primeiras corridas desta temporada de 2018.

 Com o objectivo de fazer evoluir a sua competitividade, Pedro Ferreira tem já na calha um novo projecto que apenas não será estreado nesta prova alentejana por ainda não ter sido possível realizar testes suficientes que permitam ao piloto partir para a corrida com a segurança necessária.

 Desta forma, Pedro Ferreira vai estar à partida da prova alentejana aos comandos de uma Ford Ranger preparada pela South Racing: “era minha intenção estrear o novo projecto em Reguengos, no entanto, houve alguns atrasos na entrega do carro e pela falta de realização de testes preferi não arriscar. Tomei a decisão de ir na Ford Ranger com a qual fiz as duas primeiras corridas. Este carro, apesar de não ter as especificações de 2018, é bastante competitivo e muito fiável e com ele alcancei excelentes resultados nas primeiras provas do campeonato. Desta forma, vou adiar para a Baja TT Gondomar a estreia do novo projecto. Para esta corrida o meu objectivo é andar nos lugares da frente à semelhança do que fiz nas duas primeiras corridas deste ano”, afirmou o piloto portuense.

 A Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal arranca desportivamente no sábado com um prólogo de 8,28 km cronometrados. Ainda no sábado os concorrentes vão disputar um troço de 142 quilómetros. No dia seguinte a prova encerra com nova passagem por este setor seletivo.

Ricardo Carvalho quer repetir pódio em Reguengos

A equipa Motos VR apoiada pela Yamaha vai disputar no próximo fim-de-semana a quarta jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2018, que se disputa de 25 a 27 de Maio em Reguengos de Monsaraz.

 Depois da difícil jornada de Ferraria, a equipa liderada por Vitor Cândido, que este ano se estreou como Team Motos VR no CNTT e que tem em Ricardo de Carvalho a sua grande aposta, está preparada e confiante de poder lutar pela vitória na prova alentejana que este ano celebra a sua 30ª edição e onde o piloto se irá apresentar aos comandos de um Yamaha Turbo.

 Os sucessivos contratempos que têm vindo a condicionar a prestação da equipa Motos VR no Campeonato Nacional da modalidade deverão estar ultrapassados e Ricardo Carvalho poderá vir a ter o protagonismo de anteriores edições. Recorde-se que o piloto venceu esta prova em 2016 e que no ano passado terminou na segunda posição a escassos segundo do vencedor. Ricardo Carvalho ocupa atualmente a oitava posição da classificação geral entre os SSV e o segundo posto da Classe Open da Taça Yamaha.

  O Ricardo vai participar numa corrida onde já foi muito bem sucedido. É uma prova com um traçado muito interessante, muito ao seu jeito e as perspetivas para esta competição são as melhores depois dos desaires que condicionaram a prestação da equipa no Raid TT da Ferraria”, revela Vitor Cândido, que acrescenta “O Ricardo já venceu esta competição em 2016, classificou-se em segundo lugar em 2017, pelo que estamos muito confiantes para esta prova. Vamos lutar pela vitória”.

 Arnaldo Monteiro, outro piloto apoiado pela Motos VR e que se encontra a disputar a classe SSV T2, para as máquinas sem motorização Turbo, ocupa no momento o terceiro posto da sua categoria e está apostado em consolidar o seu andamento em resultados na prova alentejana.

 A Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal arranca desportivamente no sábado com um prólogo de 8,28 km cronometrados. Ainda no sábado os concorrentes vão disputar um troço de 80,80 quilómetros. No dia seguinte a prova encerra com a realização de uma especial de 142 quilómetros.

Troféu Polaris RZR a caminho do Alentejo

O Troféu Polaris RZR 2018 regressa este fim-de-semana às competições para disputar a sua quarta jornada com a realização da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, competição integrada no Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2018, que se cumpre em pistas alentejanas contando com Reguengos de Monsaraz como o quartel-general da corrida.

 Esta competição destinada ao modelo RZR do construtor americano Polaris vai contar com uma dezena de equipas repartidas pelas classes para máquinas com motor Turbo e atmosférico.

 Decorridas que estão três jornadas desta competição monomarca, Marco Moninhas vencedor na Ferraria, segue na frente de entre os pilotos que estão atualmente a lutar pelo título na Classe Turbo, seguido de Helder Barreirinhas, Sérgio Bandeira e Luís Marchante, todos com os mesmos 20 pontos. 

A Classe sem Turbocompressor é liderada por Paulo Fernandes com as duplas Pedro Fonseca/Luís Gonçalves e Alexandre Freitas/Francisco Caeiro, empatadas na segunda posição e a apenas três pontos do líder. De salientar que nesta Classe houve três vencedores diferentes para outras tantas provas disputadas, o último dos quais foi Alexandre Silva o campeão de 2016.

 A Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal arranca desportivamente no sábado com um prólogo de 8,28 km cronometrados. Ainda no sábado os concorrentes vão disputar um troço de 80,80 quilómetros. No dia seguinte a prova encerra com a realização de uma especial de 142 quilómetros.

SPAIN’S ALVAREZ AND GERMANY’S SCHRÖDER HOLD SOUTH RACING HOPES IN RALLY KAZAKHSTAN

Spain’s Fernando Alvarez and Germany’s Jürgen Schröder hold South Racing’s hopes of top finishes in Rally Kazakhstan, round five of the FIA World Cup for Cross-Country Rallies, on May 27-June 2.

The team has been busy in a number of sporting disciplines over recent weeks, with drivers taking part in five different events over one specific weekend in April. Alvarez and Uruguayan navigator Sergio Lafuente will drive the Conarpesa-backed Volkswagen Amarok that they used in Russia and at both the Dubai International Baja and the Manateq Qatar Cross-Country Rally.

The Spaniard’s best finish of the season came with seventh place at the Baja Russia Northern Forest Rally with navigator Juan Pablo Monasterolo in February.

Schröder teams up with his son Daniel to drive a South Racing-run Nissan Navara. The last outing for the enthusiastic German was his gritty drive to 22nd overall at the Dakar Rally in January, but he also achieved some useful results last season and is aiming for a finish well inside the top 10 in Kazakhstan.

South Racing’s managing director Scott Abraham said: “We are all looking forward to the exciting cross-country event in Kazakhstan. This will be the first time that our team has raced the FIA event. We have competed in the Silk Way Rally and crossed parts of Kazakhstan before. Now we hope to achieve a good result after six days of racing.”

Rally Kazakhstan is organised by the Automotorsport Federation of the Republic of Kazakhstan (AMFK) and joined the FIA World Cup calendar in 2017.

Twenty-eight crews grace the FIA entry list on an event where the cars will tackle six demanding selective sections and around 1,900km against the clock through remote deserts and rural trails in the far west of the world’s ninth largest and biggest landlocked country.

The first stage of 280.35km heads south from Aktau City to a Caspian Sea Resort at Kenderly, en route to the border with Turkmenistan, on May 28th. The resort will host three bivouacs from where the second, third and fourth legs of the event will start.

Day two’s action consists of a 414.12km section through the deserts around the town of Senek, before the third selective of 327.47km heads deeper into the area east of Kenderly. The fourth test of 398.57km skirts the oil city of Zhanaozen and returns to Aktau City.

The final two stages of 298.04km and 148.52km, respectively, head north out of Aktau City, with the last one running along the Caspian shoreline on June 2. The ceremonial finish will take place in Aktau City later in the afternoon.

Nuno Matos na Baja TT de Reguengos

Piloto venceu prova alentejana em 2016 

Nuno Matos, campeão nacional auto 2016, vai estar à partida para a terceira jornada do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno, depois de uma ausência forçada na prova algarvia. A Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal disputa-se de 25 a 27 de Maio, em Reguengos de Monsaraz e comemora a sua 30ª edição.

 Os problemas técnicos no Opel Mokka Proto que condicionaram a prestação da dupla portalegrense Nuno Matos/Pedro Marcão, forçando-a a abandonar naquela que foi a prova inaugural do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno e que motivaram a ausência na prova algarvia, estão solucionados, pelo que Nuno Matos, que já venceu a Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal em 2016, está satisfeito e muito motivado por poder regressar às competições.

  “Infelizmente não nos foi possível estar em Loulé, mas estamos muito felizes por poder regressar ao Campeonato e às corridas. Apesar de não estarmos a disputar a vitória no Campeonato, esta é uma prova da qual gostamos muito, com um traçado com o qual nos identificamos e que já vencemos em 2016, por isso vamos, como sempre, dar o nosso melhor, tentar lutar pelos primeiros lugares e aproveitar para recuperar o ritmo competitivo.”, revela Nuno Matos que se encontra a preparar um novo projeto para competir no CNTT durante a época desportiva de 2019, mas que deverá ser apresentado ainda este ano.

 A Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal arranca desportivamente no sábado com um prólogo de 8,28 km cronometrados. Ainda no sábado os concorrentes vão disputar um troço de 142 quilómetros. No dia seguinte a prova encerra com nova passagem por este setor seletivo.